Máscara de solda: como utilizar da maneira correta?

 

 

O trabalho com solda é indispensável em vários setores da indústria e é também um dos trabalhos onde o colaborador está exposto a uma série de riscos combinados.

A legislação brasileira já prevê que esta categoria tem direito a insalubridade e a garantia de aposentadoria especial por tempo de serviço. O INSS tem regras especificas para esta classe.

A exposição contínua aos riscos destes trabalhadores é preocupante e precisamos nos atentar em como melhorar as condições de trabalho desta categoria, tornando as jornadas de trabalho as mais seguras e confortáveis possíveis.

Queremos conversar um pouco sobre um EPI que ainda é pouco utilizado e quando é, ainda com dificuldade de adequação à ferramenta: as Máscaras de Solda Automáticas ou de auto escurecimento, como também são conhecidas.

Esta dificuldade de uso existe porque é necessário fazer ajustes e regulagens para ter o melhor aproveitamento do equipamento. E é aqui que introduzimos o objetivo desse texto: explicar quais são os pontos principais para utilizar corretamente uma máscara de solda automática.

Será que você realmente sabe como utilizar e regular uma máscara de solda automática? Leia este texto e fique por dentro de todos os mecanismos que este EPI pode oferecer.

 

Melhorias na ergonomia de uso e ajustes

O primeiro grande benefício a ser percebido quando passamos a fornecer para nossos colaboradores as Máscaras de solda automáticas é uma melhora significativa na ergonomia de uso.

Com as máscaras tradicionais o usuário precisa fazer o levantamento e posicionamento manualmente e é comum que isso seja feito com um pequeno “coice” com o pescoço para ganhar agilidade no serviço. Este movimento é extremamente prejudicial ao usuário e propicia a longo prazo o aparecimento de doenças ocupacionais como a LER.

Nas máscaras automáticas não é necessário ficar reposicionando o visor, esta possibilidade por si só já garante uma melhor ergonomia e com efeito complementar, uma melhora na qualidade do serviço executado, uma vez que proporciona maior controle e precisão no processo da solda.

 

E vamos aos ajustes de ergonomia propriamente ditos:

Carneira – esta armação permite maior conforto e um ajuste fino do posicionamento da máscara, garantindo que não fique com sobras e/ou apertada demais, o que facilita o uso e torna o EPI mais confortável.

Ajuste de profundidade – Este ajuste permite aumentar ou diminuir a distância da máscara em relação ao rosto do usuário, facilitando o uso compartilhado com máscaras de proteção respiratória. Mais uma vez pensando no conforto e no aproveitamento máximo das capacidades de uso do EPI.

 

Regulagens para melhor performance e proteção

Além das regulagens que já falamos, temos mais 04 que são fundamentais para o melhor uso e aproveitamento desta ferramenta, vamos falar sobre elas na ordem correta que devemos seguir.

 

O primeiro bloco de regulagem está na parte interna da máscara:

Botão seletor de MODO: Esmeril / Solda – Primeiro devemos definir se a atividade a ser realizada é de solda ou de esmerilhamento. Esta regulagem garante a proteção adequada para cada tipo de atividade e traz mais conforto visual ao usuário.

Botão seletor de TEMPO DE RETORNO: Longo / Médio / Curto – Esta regulagem define o tempo de retorno de clareamento da lente, isso traz mais conforto e proteção para peças pesadas que permanecem mais tempo incandescentes.

 

O segundo bloco de ajustes permite maior proteção e sensibilidade visual:

Botão seletor de TONALIDADE: A máscara de solda opera com opções diferentes de tonalidade para proteger o usuário contras as mais diferentes faixas de intensidade, abrangendo as tonalidades de 4.0 a 15.0.

É importante saber que para cada tipo de solda e amperagem a ser utilizada existe uma tonalidade específica! Para simplificar a sua vida, disponibilizamos uma tabela para consulta rápida dos colaboradores, além disso, realizamos treinamento de uso e conservação.

Botão seletor de SENSIBILIDADE: Este botão permite uma regulagem mais fina do tempo de fechamento, isto é, do auto escurecimento assim que detectada a luminosidade intensa, oferecendo mais conforto visual e segurança.

 

EPI com diversos recursos e retorno

Todas essas funcionalidades apontadas acima visam proteger nossos colaboradores da maneira mais assertiva, mas tudo que traz tecnologia embarcada requer treinamento constante… por isso, é importante estar atento a este fato que muda o jogo e pode proporcionar, além de uma grande melhora na proteção, uma redução de custo com o desperdício de materiais, tempo hora homem trabalhada, melhorias profundas na qualidade dos serviços executados, sem falar nas reduções das taxas de absenteísmo.

 

FONTE:

DANNY.COM.BR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *