Transporte de cargas: o que é e para o que servem as cintas de amarração

 

Você sabe o que são cintas de amarração?

No transporte de cargas, as cintas de amarração são acessórios fundamentais. Elas são responsáveis por manter a segurança durante a locomoção e ainda proporcionar mais agilidade no trabalho, otimizando a logística.

Elas têm diferentes modelos. E hoje vamos explicar um pouco mais sobre elas.

As cintas de amarração, como o nome já diz, servem para amarrar as cargas para a segurança do seu transporte. Normalmente, elas são fabricadas em poliéster de alta tenacidade, e contam com catracas e ganchos para serem fixadas no veículo de transporte.

 

COMO SÃO USADAS AS CINTAS DE AMARRAÇÃO

As cintas de amarração podem ser usadas em diversos segmentos, tanto nas áreas industriais, na construção civil, ou por transportadoras, com cargas pesadas, quanto para pequenos transportes, como bicicletas, por exemplo. Mas sempre com o mesmo objetivo, o de garantir um transporte seguro. Isso porque caso os produtos não estejam bem presos eles podem representar um perigo no trânsito, além da perda ou danificação da própria carga.

 

USO DE DISPOSITIVOS DE AMARRAÇÃO SÃO OBRIGATÓRIOS

É importante ressaltar que existem normas específicas para o transporte de cargas, estabelecidas na Resolução 552 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A resolução fixa os requisitos mínimos de segurança para esse transporte.

O Art. 4º, por exemplo, diz que “devem ser utilizados dispositivos de amarração, como cintas têxteis, correntes ou cabos de aço, com resistência total à ruptura por tração de, no mínimo, 2 (duas) vezes o peso da carga, bem como dispositivos adicionais como: barras de contenção, trilhos, malhas, redes, calços, mantas de atrito, separadores, bloqueadores, protetores, etc., além de pontos de amarração adequados e em número suficiente”.

Vale lembrar que a utilização de cordas (que antes eram permitidas), a partir de 2017 passaram a valer apenas para amarrações de lonas.

A Resolução também fixa que “todas as cargas transportadas, conforme seu tipo, devem estar devidamente amarradas, ancoradas e acondicionadas no compartimento de carga ou superfície de carregamento do veículo, de modo a prevenir movimentos relativos durante todas as condições de operação esperadas no transcorrer da viagem, como: manobras bruscas, solavancos, curvas, frenagens ou desacelerações repentinas”.

 

HIGIENIZAÇÃO, ARMAZENAMENTO E TRANSPORTE

Armazene as cintas em ambiente limpo, seco, fresco, longe do alcance da luz solar, longe do contato com chamas, fontes de calor e radiação ultravioleta. Além disso, guarde as cintas longe de materiais cortantes e abrasivos. E não coloque carga sobre a cinta armazenada.

Vale ressaltar que a vida útil dos equipamentos vai depender do seu uso e conservação:

• Evite o contato da cinta com produtos químicos.
• Evite contato da cinta com equipamentos aquecidos.
• Respeite a temperatura de trabalho suportada pela cinta.
• Nunca ultrapasse a CMT (Carga Máxima de Trabalho).
• Jamais faça reparos na cinta, uma vez danificadas devem ser retiradas de serviço.

A limpeza pode ser feita com pano umedecido, com água e com sabão neutro. O equipamento deve secar à sombra e somente armazenado após totalmente seco.

 

FONTE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *