O que é SIPAT? Saiba como organizar na sua empresa

 

Infelizmente, a ocorrência de acidentes na indústria ainda é algo frequente na rotina de trabalho de vários colaboradores. Por esse motivo, constantemente, o setor de segurança do trabalho procura promover algumas ações de conscientização na própria empresa com o intuito de reverter esse cenário atual, como é o caso da SIPAT. No entanto, você já sabe o que é e como organizar uma SIPAT?

A Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho – SIPAT é muito comum de ser realizada em ambientes de trabalho em que há presença de riscos (principalmente biológicos, químicos e físicos) ocupacionais, isto é, em postos onde os colaboradores normalmente podem estar sujeitos a alguma consequência para a saúde.

Com o intuito de entender um pouco mais sobre o assunto e saber como organizá-la em sua empresa, continue lendo este post e confira as principais informações sobre a SIPAT.

 

O que é SIPAT?

A SIPAT representa um conjunto de atividades realizadas durante uma semana na empresa com o foco em elaborar ações preventivas de segurança, evitando, assim, a incidência de acidentes de trabalho. Vale destacar que ela é uma tarefa que precisa ser executada anualmente e ainda é obrigatória para as Comissões Internas de Prevenção de Acidentes – (CIPA).

De caráter inteiramente informativo e de esclarecimento, é fundamental que todos os colaboradores da instituição participem integralmente dessas atividades, visto que não é eficiente apenas uma pequena parcela da equipe receber instruções consideradas tão importantes.

 

Qual é a importância da SIPAT?

A principal relevância dessas atividades, sem dúvidas, é o combate ao alto índice de acidentes de trabalho na indústria, entretanto, também podemos mencionar outros aspectos importantes:

  • treinar a equipe de colaboradores para as mais diversas situações de risco/perigo;
  • possibilitar um espaço aberto de fala para todos os colaboradores, visando, assim, a planejar melhores medidas preventivas;
  • aliar o debate de um tema extremamente importante (Segurança no Trabalho) a uma data de confraternização;
  • conscientizar os colaboradores para a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual – EPIs.

Cabe pautar, ainda, que esse conjunto de atividades jamais deve ser encarado pelo empregador como um custo desnecessário ou como perda de tempo de produção, mas, sim, como um investimento, já que é a garantia da saúde de seus colaboradores que é discutida.

 

Quais são os objetivos da SIPAT?

A SIPAT está prevista na NR 5 na Portaria nº 3.214 e tem como objetivo conscientizar e orientar os colaboradores da empresa sobre a relevância da promoção e da prevenção de acidentes de trabalho, sobre segurança e acerca de doenças ocupacionais associadas.

Ainda tem como propósito fazer com que os trabalhadores recuperem os valores esquecidos devido ao dia a dia corrido e, assim, pratiquem a segurança de modo a desenvolver um trabalho de consciência e com atitudes responsáveis dentro e fora do serviço e não somente tenham uma ideia de segurança.

Além disso, podemos citar outros objetivos da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho, como:

  • estabelecer uma cultura de forma cotidiana que trabalhe a segurança no ambiente de trabalho por meio dos DDS (Diálogos Diários de Segurança);
  • alertar os colaboradores sobre os potenciais riscos de acidentes de trabalho aos quais eles estão sujeitos no decorrer do serviço;
  • promover a participação de todos os colaboradores da empresa e, se possível, de seus familiares.

Como a SIPAT funciona?

Durante uma vez ao ano, a SIPAT deve ser realizada em uma semana e no mesmo horário de expediente dos colaboradores. Da maneira que preferir e a fim de cumprir a legislação, a empresa deve saber como organizar uma SIPAT e realizar, nesse período, campanhas de conscientização e orientação sobre a segurança e a saúde do trabalhador.

As campanhas podem incluir atividades que envolvam peças teatrais, palestras, oficinas, dinâmicas em grupo, realização de exames, gincanas, entre outras. Os temas abordados também são os mais variados, sendo alguns mais comuns: o uso correto de EPIs, a forma de evitar os acidentes de trabalho, as atividades físicas e a qualidade de vida, a importância dos EPCs, a sexualidade e as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs/AIDS) etc.

 

Como organizar uma SIPAT na empresa?

Há várias formas de como organizar uma SIPAT — elas podem ser aplicadas por meio de palestras informativas; rodas de conversa; dinâmicas de grupo; workshops; confraternizações, entre outras.

 

Palestras informativas e workshops

Para essa aplicação, é interessante a empresa realizá-la durante o próprio horário de trabalho, para que, assim, o máximo de colaboradores seja atingido. Outro ponto a ser observado é a opção de contratar uma equipe especializada no assunto para expor o tema com mais propriedade, munindo ainda mais os colaboradores de informações técnicas.

 

Rodas de conversa

A roda de conversa não precisa necessariamente ser conduzida por um profissional da Segurança do Trabalho. Isso porque a troca de informações entre os próprios colaboradores que atuam expostos aos riscos já é extremamente relevante.

 

Dinâmicas de grupo e confraternizações

Essa opção é essencial para estreitar laços entre a equipe de trabalho. Além do mais, a empresa tem a ótima oportunidade de discutir um tema importante (Segurança do Trabalho) por meio de atividades recreativas e de brincadeiras instrutivas.

 

Criação de uma equipe organizadora

Para que a semana da SIPAT possa alcançar com êxito os seus objetivos, é importante que os funcionários tenham cooperação. Nesse caso, a criação de uma equipe organizadora é fundamental para que ela seja responsável pela realização de tudo que foi decidido e planejado para a semana. Assim, é preciso dividir as atividades a serem realizadas em subgrupos entre os membros da CIPA para que as tarefas alcancem todos os envolvidos.

 

Elaboração de um cronograma

Para determinar as atividades desenvolvidas e a duração da SIPAT, é necessária a elaboração de um cronograma. Diante disso, para conscientizar sobre o evento, é importante informar o dia de abertura. Posteriormente, é preciso definir as atividades de acordo com o tema escolhido e o perfil da empresa.

Além de investir em humor para que seja uma semana de descontração e de engajamento, também vale a pena criar um símbolo ou um personagem central para a SIPAT, deixando o tema mais lúdico. Cabe lembrar que, assim como a abertura, o término do evento é crucial, e todos os envolvidos, como diretores, presidentes e líderes, devem estar presentes em ambos.

 

Gincanas

Para envolver o participante e garantir maiores resultados na semana da SIPAT, uma boa dica é adicionar as gincanas, pois existem diversas atividades que podem ter eficácia ao ser desenvolvidas. O jogo dos erros é um exemplo bastante interessante, bastando utilizar imagens – fotos ou desenhos – de situações do cotidiano dos trabalhadores que contenham erros associados à Segurança do Trabalho.

 

Atividades motivacionais

Ainda para tornar a SIPAT uma semana mais divertida, vale aplicar atividades motivacionais simples para que se consiga atingir o seu objetivo com um evento diferenciado. Dentre algumas dessas atividades, é viável incluir perguntas e respostas com o intuito de incentivar os trabalhadores a se manterem atentos durante as palestras — assim, quem acertar pode ganhar um prêmio, por exemplo.

Outra forma é realizar uma ginástica laboral nos setores, com aulas direcionadas para o tema proposto, mas, ao mesmo tempo, descontraídas para que os envolvidos possam se conscientizar e refletir sobre os seus hábitos.

 

Distribuição de brindes

Para os colaboradores que participam de todas as atividades, podem ser entregues brindes como incentivo. Para isso, é importante que seja algo agradável e significativo, como um nécessaire, uma caixa de bombom ou um item que motive as pessoas, evitando materiais de escritório e canetas, pois esses não trazem a garantia de engajamento. Assim, procure brindes que surpreendam os participantes e possam ser úteis de alguma forma.

 

Como a empresa pode motivar os funcionários a participarem da SIPAT?

Para motivar os funcionários, é importante saber como organizar uma SIPAT, realizando a semana com criatividade e qualidade, além de temas, tópicos e atividades que ofereçam requisitos essenciais para promover a sua confiança e a participação. Uma equipe bem organizada e dedicada, juntamente a palestrantes qualificados e diferenciados, pode fazer com que a semana dentro da empresa se transforme em algo interessante e imperdível.

Outra forma de estimular a participação dos colaboradores é trazendo os seus familiares para dentro da empresa, com uma SIPAT familiar. Nesse caso, a organização libera a entrada da família, bem como a sua participação em atividades que sejam oferecidas. Essa modalidade acaba motivando ainda mais o trabalhador e criando um vínculo entre a empresa, o funcionário e a sua família, além de proporcionar a aproximação e a conscientização de todos.

Seja qual for a forma de aplicação da SIPAT, o importante é ter a certeza de que todos os colaboradores da companhia que estão sujeitos aos riscos ocupacionais participarão das atividades. Para isso, esse evento obrigatoriamente necessita ser amplamente divulgado na instituição.

Portanto, após entender o que é e como organizar uma SIPAT dentro da empresa, é simples perceber que essas atividades podem ser aplicadas no ambiente de trabalho sem quaisquer consequências negativas. Pelo contrário, é uma ação que traz benefícios tanto para a vida humana quanto para o financeiro da empresa (afinal, sem acidentes de trabalho, não há paradas na produção).

 

FONTE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *